2013-12-29

PRESENTE DE NATAL DE UM ANJO PARA O NOVO ANO.



http://www.youtube.com/watch?v=dKm9dJH69V



A MARGEM ESCURA DA SOCIEDADE NO GOVERNO FEDERAL.
Verdade!
Ainda falta muita consciência e verdade nesta área Publica, e até, em algumas privadas. Que digo que pertencem aqueles de dentro para fora, fazendo de conta que são contribuintes. Mas que, na verdade são sonegadores, e oportunistas, políticos, que se utiliza de laranjas para burlar os direitos e leis deste país. Uma verdade clara e transparente, mas que aqueles que são os responsáveis para evitar isto fazem vista grosso, ou de cegos. Para poder falar tudo que falo. Precisei abrir mão de muitas coisas, e me fazer de morta. Mas na realidade estou bem viva e de olho em tudo. Demorei um pouco para entender que se não abríssemos a boca para falar e mostrar o que queremos e entendemos ser de direito. Nada conseguiríamos! Pois a impunidade crescendo a cada dia, se não quebrasse o silêncio estaríamos todos nas mãos destes mafiosos e bandidos. Assim classifico estes maus elementos que praticam Política Pública a favor de bandidos.
Não dá mais para ficar calado (a) diante destas brechas absurdas.
Nós somos muitos a ver e querer mudar a direção deste país.
E sinto e confio que vamos vencer estas malignas situações.
EU CREIO E TENHO FÉ!
Márcia Leonides Lima Loureiro.
2013-08-15
São Paulo, SP.

 PRESENTE DE NATAL DE UM ANJO PARA O NOVO ANO.

O maior presente de natal deste e outros anos, este bem claro. Os anjos nos trás mais uma realidade do que vive o povo que se abstém das informações passadas pelos lutadores da nova era. Este povo mal falado e discriminado que é ao longe a insanidade de nossos governantes. Aprendendo com a natureza, onde ela dá o seu recado para aqueles que têm ouvidos para ouvir que ouça... Quem tem olhos para ver... Que vejam o que a natureza aponta e como age sem interrupção. Quem tem boca para falar que continuem falando para que todos vejam ouçam, e comessem também a contestar a atitude de nosso dirigente.

Que realmente seja um ano renovado.


 Márcia Leonides.
2013 29 12.