2011-04-19

AS VERDADES SE REVELANDO *MARIA MADALENA*

EU SOU MARIA MADALENA.


AS VERDADES SE REVELANDO PARA O PLANETA TERRA

Texto: Márcia Leonides
Autora: Maria Madalena.

Esta inspiração vem da linda mulher que foi esta amiga e mãe dos homens (seres humanos) em seu desdobramento *Maria Madalena*.

Como uma rosa carmim Eu Sou, como o aroma da terra Eu Sou.

Como a brisa macia Eu Sou.

Eu Sou a natureza porque dela

Eu Sou um pedacinho do céu aqui na terra.

Deste céu trouxe lhes as boas lembranças,

os bons momentos que vivi e muitas vezes vivo

entre os Anjos do meu Amado Senhor.

Eu Sou a Luz do Pai/Mãe Amado Divinos e Abençoados.

Eu sou a terra gostosa que produz tudo e faz nascer à vida,

mesmo entre as pedras e areiais.

Porque tudo aqui é vida.

Tudo acontece no ventre da minha Mãe Divina Querida.

Eu sou a Mãe a Filha o verso o amor.

Eu sou a pura essência do amor do Pai Criador de todos os Universos.

Eu sou seus olhos sua respiração.

Eu sou a vida constante, porque o que é verdadeiro e Divino,

nunca morre eterniza em cada criação.

Eu sou a Viva Vida do Amor Incondicional.

Mesmo que tenha sofrido ou chorado por este amor,

ele é real é verdadeiro e quando vivemos para ele...

Tudo ele concerta, conforta, e ilumina.

Este amor é diferente do amor que usam que falam...

Que matam. Quem ama verdadeiramente não mata o seu amor!

Corroem este amor como um rato, mas, o rato rói o alimento,

e não o seu amor!

Este amor é um balsamo, não é loucura.

É serenidade, felicidade, é fazer feliz, é dar-se sem cobrança.

Quando existem cobranças e luta para manter esse amor ele deixa de ser puro e já não é mais amor.

Passa a ser desconfiança, ciúme, E adoece o coração,

Quando este AMOR é sincero, então, se não mais compreende as razões...

Já não é amor. Porque o amor é compreensão.

Quando o coração sentiu este sentimento contrário AO AMOR...

Ao seu bem querer o que ele faz é afastar.

Porque não existe razão de amar sofrendo.

É por este motivo muitos matam por não compreender

os sentimentos verdadeiros do seu coração,

achando que pode morrer ou matar por este amor, isto se chama posse.

O sentimento de posse com o orgulho ferido...

Por não estar sendo aceito como amor.

Que deixou de ser livre e passou a ser acorrentado

pelo sentimento egoísta de posse, pensado ser amor.

Mas, é pura ilusão! Amor não é matança é só vida e vida é amor incondicional.

Este amor remove montanhas para criar um pasto limpo e puro.

Para renova-se em cada estação.

- Diz da Prima-vera.

Que gosta muito de flores e eu adoro seu cheiro gostoso.

Ah! Que vontade de comer estas flores...

Que gosto e que aroma delicioso!

- Diz do irmão Verão...

Quando ele chega faz germinar as sementes,

que estas guardadas no fundo do tapete da terra.

Nossa, que gentileza este verão nos trás, ele é tão atraente...

Que nem precisa fazer força para germinar estas sementes.

Elas são tão ligadas á ele (o sol) que brotam com alegria.

Estas menininhas plantinhas... Precisam muito do sol para dar-lhes a energia vital para fortalecê-las.

Logo serão adultas ou vão alimentar muitas pessoas.

Dando-lhes frutas legumes, flores,

enfim tudo que o verão produz é pura saúde.

Não se intimide de curtir o verão, o sol, a chuvinha que vem para refrescar e matar a sede da mãe terra.

Ela fica tão feliz!

- Ai vem o irmão Outono.

Ele substituir o verão, dando suporte para a complementação

do cultivo de cada semente que germinou pelo caloroso amor do sol.

Tem gente por ai querendo difamar o nosso sol.

Coitados um dia irão chamar muito por ele... Pode ter certeza!

O Outono fica muito feliz quando entre a sua estadia o sol vem visitá-lo,

principalmente quando ele precisa se reabastecer

quando a colheita é farta no meio do cultivo.

Nossa que maravilha, pensar e ver, o trabalho lindo

que a Natureza com seus filhos fazem,

por isto que devemos respeitá-la,

amar com o coração sempre puro e alegre para ela... Isto ocorre!

Estas mudanças são importantes para a Mãe Terra.

Quando vejo pessoas reclamando do sol, da chuva, do frio.

Enfim do estado de Ser da Mãe Natureza...

Pergunto-me: Porque eles reclamam tanto?

Se a terra com a Mãe Natureza faz tudo com amor

pensando no melhor para cada filho!

É quando esta chovendo demais, ela esta limpando a casa.

Reorganizando tudo para que o ar fique mais leve puro,

tirando a poluição que os reclamos fazem.

Se estiver calor demais, para secar a sua vestimenta da MÃE TERRA, reclama!

quando fica muito umedecida... Reclama também. Ah assim fica difícil!

**Ninguém recebe com alegria o que penso dar de bom e de melhor para meus filhos! É assim que a Mãe Divina, Mãe Natureza, Mãe Terra fala**!

Mas, ela sabe o que é melhor para ela e seus filhos e filhas, para suas plantas, e seus animais.

Então é isto ao invés de reclamarmos vamos buscar idéias e meios para curtir com a Mãe Terra os seus momentos, que, são todos especiais.

Mãe natureza é vida e dá a vida! Então vamos respeitá-la e amá-la incondicionalmente.

Pois, quando chega o INVERNO ela oferece meios para aquecê-los.

Olha! Ela A MÃE DIVINA, pede para dizer á todos que não nos esqueçamos de nossos irmãos que não armazenaram nada para passar o Inverno no colo dela. Pois é no inverno que recebemos mais carinho por tudo que lhes ofertamos.

Então ofereça algo para que seus irmãos não sintam desamparados. É isto que o Pai/Mãe quer que todos façam o melhor para ela e seus semelhantes.

É tão simples assim!

Este é o beijo do Pai em seus corações. Agasalhe-se e abrace seu irmão.

Assim o inverno se tornará caloroso e feliz.


Um beijo de luz e muito amor divino para todos.

Eu sou a mãe E amiga Maria... Maria Madalena

Texto: Márcia Leonides
Que seja reservado os Direitos Autorais á autora.

Data: 201104 19
As. 15h 35m
São Paulo SP.
Brasil
Postado por Márcia Leonides Lima Loureiro