2014-09-06

DE OLHO EM TUDO - SOMOS DA LEI DO UM!

 TOMADA DE CONSCIÊNCIA. 
 
ESTAMOS DE OLHO EM TUDO.
 
 
 
"Como de hábito no atual desgoverno, se for questionada sobre o explosivo tema, Dilma dirá que é “invenção” e que nada sabia sobre tal denúncia."
Para a DUPLA DEMONÍACA LULA & DILMA - covardes e corruptos é sempre assim: Negar como dois canalhas que são & continuar roubando e encobrindo como CORRUPTOS ASQUEROSOS que sempre foram junto com essa cambada que está sendo ACUSADA por outro CULPADO. E o divertido do inferno é isso:

 NA HORA DO "PEGA" É SÓ CAPETA SE DEDURANDO!
60" Segundos
EXÉRCITO DENUNCIOU PARA DILMA ESQUEMA DE VENDA DE VOTOS,

COM TÍTULO DE ELEITOR DUPLICADO, NO RIO DE JANEIRO.

Em várias “comunidades” do Rio de Janeiro, principalmente no Complexo da Maré e na Baixada Fluminense, existem vários cidadãos com dois títulos de eleitores. Eles recebem dinheiro em troca do voto. Este mecanismo eleitoral do crime organizado foi denunciado, oficialmente, pela inteligência do Exército à Presidenta Dilma Rousseff – candidata à reeleição. Generais revoltados com tal escândalo já falam em “risco de ruptura institucional”, dependendo do resultado. Eis a verdadeira Zona Eleitoral... Ainda mais quando as pesquisas indicam até uma vitória de Marina Silva sobre Dilma Rousseff, com Aécio Neves ficando de fora.
Até então guardada sigilosamente pelo governo e pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, a informação sobre a vergonhosa manipulação de votos no Rio de Janeiro vazou no final da tarde de ontem. O grupo político de Aécio Neves tomou conhecimento. Espera-se que parta para alguma denúncia mais consistente e formal. Do contrário, ficará o informado pelo não dito. Concretamente, por falta de poder ofensivo, a candidatura do neto de Tancredo Neves corre tanto risco de naufrágio quanto o PTitanic.



Como de hábito no atual desgoverno, se for questionada sobre o explosivo tema, Dilma dirá que é “invenção” e que nada sabia sobre tal denúncia. Independentemente do que for dito, o resultado eleitoral já não merecia muito crédito – por causa da urna eletrônica, da transmissão de dados e do processamento de votos sem chances de auditoria externa. Agora se torna absolutamente inconfiável.

A descoberta concreta de fraude eleitoral, até agora mantida em “sigilo de Estado”, ocorreu durante as ocupações militares. Foram encontrados títulos eleitorais duplicados. Este mesmo golpe é aplicado em alguns estados do Nordeste e do Norte. No Maranhão, por cada voto a mais, o eleitor duplicado recebe até R$ 300 reais. O mesmo valor seria negociado nas áreas carentes do Rio de Janeiro – ainda dominadas por milícias urbanas.
http://www.alertatotal.net/2014/08/exercito-denunciou-para-dilma-esquema.html