2014-11-23

A MORTE É O OUTRO LADO DO EGO - OSHO.

A morte é o outro lado do ego - Osho
Posted: 22 Nov 2014 09:39 AM PST

"Qual é a sua atitude em relação à morte?

Osho - Um místico que estava sendo conduzido à forca, viu uma grande multidão correndo na frente dele. "Não tenham tanta pressa" - disse-lhes ele. "Eu posso lhes garantir que nada vai acontecer sem mim." 


Essa é a minha atitude em relação à morte: ela é a maior piada que existe. A morte nunca aconteceu: ela não pode acontecer pela própria natureza das coisas, porque a vida é eterna. A vida não pode terminar; ela não é uma coisa, é um processo. Não é algo que começa e termina; não tem início nem fim. Você sempre esteve aqui em diferentes formas, e sempre estará aqui em diferentes formas ou, finalmente sem forma. É assim que um buda vive na existência: ele se torna sem forma. Ele desaparece totalmente da forma densa.


A morte não existe; ela é uma mentira - mas parece muito real. Apenas parece muito real, mas não o é. Parece assim porque você acredita demais em sua existência separada. O fato de acreditar que você está separado da existência é que proporciona realidade à morte. Abandone essa ideia de estar separado da existência e a morte desaparece.


Se eu sou um com a existência, como posso morrer? A existência estava aí antes de mim e estará aí depois de mim. Sou apenas uma onda no oceano, e a onda vem e vai; o oceano permanece, sobrevive. Sim, você não estará aí - como você é, não estará aí. Esta forma vai desaparecer, mas aquele que habita essa forma vai continuar habitando, quer em outras formas ou, finalmente, na ausência de forma.


Comece a sentir um com a existência, porque essa é a realidade. Por isso minha reiterada insistência em deixar desaparecer a distinção entre o observador e o observado, o máximo de vezes durante o dia. Encontre alguns momentos - sempre que puder encontrar, onde puder encontrar - e simplesmente deixe desaparecer essa distinção e diferença entre o observador e o observado. Torne-se a árvore que você está olhando, torne-se a nuvem para qual esta á olhando, e lentamente, muito lentamente, você começará a rir da morte. (...)


Esta é a minha atitude em relação à morte. Uma risada!

Deixe que o riso seja a sua atitude em relação à morte. Essa é uma mentira cósmica criada pelo próprio homem, criada pelo ego, pelo ego, pela consciência de si.

Por isso na natureza nenhum outro animal, pássaro, árvore, tem medo da morte. Só o homem, e ele transforma em um tremendo drama... passa toda a vida com medo. A morte está cada vez mais próxima, e por causa da morte, ele não consegue se permitir viver plenamente. Como você pode viver se sente tanto medo? A vida só é possível sem medo. A vida só é possível com amor, não com medo. E a morte cria medo.


E quem é o culpado? Deus não criou a morte; ela é uma invenção do próprio homem. Crie o ego e você terá criado o outro lado dele - a morte."

Osho em A Jornada de Ser humano