2014-11-06

BUSQUEM PRIMEIRO - MENSAGEM DE YESHUA

BUSQUEM PRIMEIRO-Mensagem de Yeshua, canalizada por Judith Coates 5 de Novembro de 2014 Amados, sei que, às vezes, quando vocês olharem em torno de vocês, verão a agitação no mu

Mensagem de Yeshua, canalizada por Judith Coates
5 de Novembro de 2014
 
 
  Amados, sei que, às vezes, quando vocês olharem em torno de vocês, verão a agitação no mundo. Muitas das ações dos irmãos e irmãs podem parecer sem amor, decorrentes da crença na separação, uma crença na necessidade do poder e de se defender e defender as crenças antigas. Algumas vezes, a voz do mundo se intromete e surge um pouco de dúvida e medo. No entanto, como eu lhes disse em suas escrituras sagradas: “Vocês terão no mundo guerras e rumores de guerras, mas tenham bom ânimo, pois eu venci o mundo.”

Uma das condições humanas que vocês construíram nesta realidade é a impaciência. Às vezes, há um pouco de luta na espera, e, no entanto, há um conhecimento – ou uma esperança – de que tudo serve à redenção, à compensação, à compreensão de que: “Eu sou Uno com o Criador, eu sou Uno com o Cristo e com tudo o que eu vejo e muito mais.” Sempre que vocês permanecerem na paz e confiança, perceberão que tudo que vocês atraem para a sua consciência, abençoa-os.

Agora, aqueles que estiveram perguntando: “Haverá grandes mudanças na Terra?” Depende de onde vocês estão. Em alguns lugares, na sagrada Mãe Terra, sim, haverá mudanças dramáticas. Outros lugares não verão muita mudança. Mas a sua mídia irá garantir que vocês saibam de tudo o que está acontecendo. E geralmente, como vocês já perceberam, eles escolherão o mais dramático e desafiador para chamar a sua atenção. Há um processo de mudança nos padrões climáticos e vocês verão alguns resultados destas variações

“Será que os irmãos e irmãs sentirão que eles têm que preservar o ensino de gerações quanto à compreensão tribal de continuar a lutar uns com os outros, vendo a separação, sem serem capazes de compreender quer todos são da mesma Fonte?” Alguns estão despertando lentamente. Alguns estão dizendo: “Estamos fartos de separação, de termos que lutar uns com os outros. Não queremos que os nossos pequenos sejam sacrificados mais uma vez a fim de preservarmos o ensino de gerações que foi superado há muito tempo.

Alguns estão prontos. Mais e mais aqueles que estão fartos do sofrimento e testemunharam a dor e a sentiram, estão preparados para encarar algo de uma nova maneira. Eles não têm certeza de como, e é onde fica um pouco complicado. Mas o desejo é compartilhado, e assim vocês verão alguns dos que estão agindo de formas não amorosas, percebendo que eles estão cansados das velhas formas. Eles irão começar a perguntar: “Como isto pode ser diferente?”

E uma vez que eles tenham feito esta pergunta, haverá uma resposta. O questionamento e as respostas já estão começando a acontecer. Assim, há o que vocês chamariam de esperança. Com o tempo, haverá um despertar e uma aproximação. O tempo, quando vocês estão no meio dele, parece estar se movendo muito lentamente. Mas, na verdade, se o colocaram contra o pano de fundo de toda a eternidade, mesmo contra o cenário de dois mil anos, quando eu caminhei sobre a nossa sagrada Mãe Terra, isto está acontecendo.

Há dois mil anos, vocês tiveram tribo contra tribo, irmão contra irmão, irmã contra irmã, e aqueles que, às vezes, perguntaram: ”Bem, mudou alguma coisa?” E, sim, mudou, porque vocês estão aqui, porque vocês estão pedindo algo novo. Muitos irmãos e irmãs estão começando a parar para respirar, e isto é tudo o que é preciso: um instante de uma respiração profunda para ver uma perspectiva diferente, para ter a esperança no coração e a possibilidade de que isto possa ser diferente.

E será diferente. Nunca percam a esperança. A esperança é uma das maiores dádivas que vocês construíram nesta realidade. Se vocês não tivessem esperança, seria um lugar muito sombrio. Até em sua hora mais tenebrosa, há sempre esperança. Ainda que seja como a menor centelha da chama de uma vela, há esperança. Há outras bênçãos que vocês trouxeram – os amigos que são de mentes afins, que vêem as coisas como vocês, e mais e mais vocês estão encontrando aqueles que ressoam com o que vocês estão vendo e esperando. Há força em fazer a mudança quando vocês se encontram com outros de mentes afins e se unem para discutir e dizer: “Você sabe, isto poderia ser diferente.” E uma vez que isto é dito, a mudança começa a acontecer.

A tecnologia está evoluindo rapidamente. Aqueles que estão na tecnologia mais surpreendente chamada de computadores, i-pads, celulares, seja o que for, estão vendo que sempre está chegando até vocês um novo programa, uma atualização, e vocês têm a oportunidade de atualizar aquilo com que não estavam familiarizados ainda, de alguma maneira. E vocês sorriem – talvez – e vocês têm comentários. Então, vocês ajustam.

A Humanidade é muito boa nos ajustes. É, mais uma vez, um dos traços que construíram nesta realidade, de modo que pudessem lidar com ela. É por isto que vocês tiveram o que é chamado de evolução da consciência. E sim, ela parece lenta, mas está acontecendo.

Vocês são os meus emissários. Vocês são aqueles que estão recebendo a minha mensagem. Isto não significa que vocês tenham que ficar na esquina de uma rua e erguer o livro sagrado e dizer: “Tudo o que vocês queriam saber está aqui”, porque tudo o que vocês sempre quiseram saber não está neste livro, ou em qualquer livro. O que vocês sempre quiseram saber está em seu interior. Está bem dentro de vocês e vocês o invocam a qualquer momento.

Os livros são muito bons. Eles lhes dão pistas. Os professores são muito bons, porque eles lhes dão dicas. Mas o quer realmente efetua a mudança é o que está dentro de vocês, seus pensamentos, seus insights, seu amor, sua aceitação, e a maneira com que vocês se ajustam ao conhecimento de que “EU SOU” – e eu estou falando aqui para vocês – “EU SOU o Criador. EU SOU Divino. EU SOU o Amor encarnado. EU SOU um amigo para todos.”

Assim, portanto, quando eu olho para vocês, eu vejo o Cristo. Quando eu olho para vocês, eu vejo a Luz. Eu vejo o Cristo. Eu vejo a sua divindade, e vejo como vocês estão trabalhando para trazer a compreensão em todos os irmãos e irmãs de que eles são também a Luz e que a vida não tem que ser tão difícil.

Busquem primeiro o reino do céu, o reino da paz. Vão primeiro ao espaço da paz. Quando alguém lhes está dando momentos difíceis, vocês não têm que receber isto. É o presente dele para vocês, mas vocês não têm que aceitá-lo.

Vão primeiro até o espaço da paz. Eu lhes darei a oportunidade de ver algo com nova perspectiva. Permitam-se tomar uma respiração profunda e então, cheguem a um espaço de paz interior. Vocês podem fazer isto em qualquer lugar que estejam. Se estiverem no ônibus, se estiverem em uma esquina, se estiverem trabalhando com os animais, se estiverem trabalhando com um problema no computador, respirem profundamente e vão primeiro até o espaço da paz.

Busquem primeiro este espaço da paz, porque, realmente, uma vez que tenham encontrado o espaço da paz, tudo está aberto para vocês. É mágico, no verdadeiro sentido da magia. Não no sentido do mundo, na maneira com que ele entende a magia como algo que está além de vocês, mas é realmente mágico, é realmente divino, o que lhes permite compreender as interações. Não somente com o seu irmão ou irmã, mas a interação com o seu próprio Ser, a sua parte mais profunda.

Sempre que quiserem chegar a um espaço mais profundo dentro de si mesmos, acendam uma vela. Isto é uma técnica e funciona. Acendam uma vela fisicamente, mas a vela de que estou realmente falando, é a vela interior. Permitam-se a respiração profunda. Permitam que os seus olhos se fechem – não é necessário, mas, muitas vezes, vocês começam desta maneira – e, então, vejam a vela em seu interior. Vejam a luz dentro de vocês, e contemplem a chama da vela dentro de vocês, em paz. Sem julgamento, sem direção quanto a como as coisas têm que ser. Apenas se concentrem na luz da vela interior.

Como eu digo, vocês podem começar primeiro com uma vela física. É por isto que a vela tem sido tão importante em muitos ensinamentos religiosos e filosóficos. Então, vão até a vela interior. Afastem todos os pensamentos, olhem para esta vela interior. Saibam que isto é vocês, a sua Luz. Concentrem-se interiormente nesta vela. Permitam que ela fique cada vez mais brilhante.

Vocês podem fazer isto com os olhos abertos ou fechados, o que funcionar mais facilmente para vocês. Muitas vezes, com os olhos fechados, pelo menos, no início, e, então, mais tarde, vocês serão capazes de fazê-lo com os olhos abertos e ficarão muito focados na vela interior, até onde ela crescerá, onde haverá somente a Luz que vocês vêem com a visão interior.

Nesta Luz está cada resposta a tudo o que vocês iriam perguntar. Tem que estar, porque cada pergunta que vocês fariam tem uma resposta que vem com ela. Caso contrário, ela não é uma pergunta; é somente uma declaração. Assim, a resposta está aí, mas vocês têm que criar espaço para isto. Assim, quando estiverem focando interiormente na Luz que vocês são, na chama da vela que queima intensamente dentro de vocês, vocês criam espaço para isto.

Vocês podem fazer isto enquanto estiverem conversando com outra pessoa. Vocês podem fazer isto quando estiverem fazendo a sua ocupação, qualquer que seja o seu trabalho. Esta luz da vela dentro de vocês nunca se apaga. Ela está sempre aí. Ela aguarda somente a sua escolha de vê-la, aceitá-la e se aquecer em seu calor e em sua inspiração. A chama desta vela está sempre em seu interior. Está sempre disponível a vocês.

Muitos dos seus professores têm muitas palavras. Eu lhes falo com muitas palavras. Mas a coisa mais importante que lhes dou, é o conhecimento de que a chama da vela dentro de vocês nunca se apaga. Está sempre com vocês, em qualquer lugar que forem. É a sua Luz, a sua Luz divina. Ela nunca se apaga e vocês nunca podem perdê-la. Ela os orienta, desde que o permitam.

Levem isto ao coração. Saibam que eu falo realmente a Verdade. Eu lhes falo sempre de sua divindade, de minha divindade, que é compartilhada como o Um que realmente somos. Vão em paz. Vão na alegria. Vão como a Luz que vocês são e espalhem a Luz a todos os irmãos e irmãs. Compartilhem com eles, de vez em quando, a Luz da vela interior, se eles estiverem abertos a isto.

Busquem primeiro a Luz da vela interior. Busquem primeiro o Reino. E sejam felizes.

Que assim seja.

Jeshua ben Joseph (Jesus), expressando-se através de Judith Coates.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais 2012 Universidade Oakbridge.

O material de Oakbridge é protegido por direitos autorais, mas gratuito para qualquer pessoa que queira usá-lo, contanto que os créditos apropriados sejam listados, incluindo o nosso endereço:
www.oakbridge.org 

Traduzido por:
Regina Drumond  –
reginamadrumond@yahoo.com.br